Notícias

Fique por dentro do que acontece na sua Caixa

CAAB ajuda idosos do Asilo São Lázaro com doação de donativos

DESTAQUE

Em mais uma ação solidária a CAAB entregou donativos doados por advogados e advogadas para o Asilo São Lázaro, localizado no Bairro Jardim Nova Esperança, em Salvador, cujo estoque de alimentos foi roubado na madrugada do dia 24/03. “O que os criminosos não puderam levar deixaram destruído no chão. O alimento atenderia os internos por um mês”, conta Vanda Luz, de 62 anos, proprietária do asilo que funciona há mais de 30 anos amparando idosos encontrados nas ruas da capital baiana em situação de vulnerabilidade e risco social. O telefone do asilo é o (71) 3393-4448.

A entrega dos donativos, incluído roupas, calçados e alimentos não perecíveis, foi feita pela diretora da CAAB Kathia Mattos. “Infelizmente temos que conviver com fatos como esse, mas o mais importante é que nenhum dos internos sofreu nenhum tipo de agressão física”, disse a diretora lembrando que ao logo dos últimos três anos a Caixa de Assistência tem se engajado em campanhas de cunho social com ajuda a instituições de caridade que cuidam de idosos e também de crianças, como o Hospital Martagão Gesteira. “Ficamos felizes em poder ajudar, sabendo que estamos contribuindo de alguma forma para minorar o sofrimento dessas pessoas”.

“Esse absurdo, que não foi o primeiro ocorrido contra o asilo, revoltou a todos. Felizmente o baiano é um povo bom e solidário, que imediatamente se mobilizou e começou a fazer doações ao asilo. Nós da Caixa de Assistência também ficamos comovidos com a situação dos idosos e decidimos ajudar, pois nessas horas todo tipo de ajuda é muito importante”, disse o presidente da CAAB, Luiz Coutinho.

Ainda abalada com a ação dos marginais, Vanda Luz disse que o apoio que vem recebendo da comunidade e de instituições como a CAAB ajuda a superar a dor e a focar no trabalho para retomar a normalidade, dando atenção aos idosos. Ela falou ainda que teme por novos ataques, pois o Asilo São Lázaro não dispõe de um sistema de segurança com monitoramento por câmeras, o que facilita a ação de marginais. “Uns vieram para destruir, mas Deus manda mil para nos ajudar a seguir em frente com o nosso trabalho”, ressaltou Maria de Fátima Luz, irmã de Vanda e também responsável pelo funcionamento do asilo.

A assistente social da CAAB, Daniele Eloy, também foi ao asilo. “É muito importante quando podemos contribuir para melhorar a vida de pessoas que se encontram em situação de vulnerabilidade e risco social, como no caso desses idosos que certamente iriam sofrer bastante com a falta desses alimentos caso as doações não ocorressem de imediato”.

A bacharel em direito Gabriela Santana foi ver de perto a situação do Asilo São Lázaro, após a ação dos marginais e ficou tão impressionada com algumas carências do espaço que decidiu atuar voluntariamente para ajudar na organização. Sobre a ação da CAAB ela disse que “a Caixa de Assistência desenvolve um importante papel quando encontra tempo para ajudar a instituições como o asilo, que precisam muito de todo tipo de ajuda. É uma iniciativa que precisa ser seguida por outras entidades e também pela sociedade de modo geral. O dia a dia no asilo é muito difícil, pois existem carecias de todo tipo. Por isso, a presença da CAAB aqui é de grande valia”.

Gabriela Santana acrescentou que vem montando um banco de dados com nomes e contatos de pessoas, das mais variadas profissões, que estiveram no asilo para entregar donativos. “Meu objetivo é ver como cada uma delas poderá ajudar, como o mínimo que for, em suas profissões, para que possamos fortalecer a instituição para que tenha condições de oferecer dias melhores para os idosos”, ressaltou afirmando que todo tipo de ajuda será bem-vindo.

PARA AJUDAR – O Asilo São Lázaro fica localizado na Avenida Aliomar Baleeiro, Km 6, Estrada Velha do Aeroporto, s/n, Jardim Nova Esperança. O Telefone de contato é o (71) 3393-4448.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe seu Comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.