Notícias

Fique por dentro do que acontece na sua Caixa

Presidente da CAAB elogia atuação de delegados durante encontro em Salvador

05

Os problemas decorrentes da greve dos caminhoneiros, como a falta de combustíveis nos postos, não impediram o sucesso do III Encontro de Delegados, promovido pela Caixa de Assistência dos Advogados da Bahia (CAA-BA). Das 34 subseções da OAB-BA no interior do Estado, 21 estiveram representadas no evento realizado nesta terça-feira (29/05), no Wish Hotel da Bahia, no Campo Grande. O encontro ocorreu em paralelo ao 1º Encontro de Dirigentes e Colaboradores da OAB-BA e à 2ª Conferência Estadual da Mulher Advogada. Confira galeria de fotos abaixo.

O presidente da CAAB, Luiz Coutinho, agradeceu o esforço feito pelos delegados e subdelegados para compareceram ao encontro e também elogiou a atuação deles para o fortalecimento das ações da Caixa de Assistência por toda a Bahia. “Uma coisa é fato. Evoluímos muito nesses quase três anos de gestão à frente da Caixa de Assistência, que hoje tem, com certeza, uma grande expressão dentro da comunidade jurídica, tanto na capital quanto no interior do Estado. Eu credito muito disso ao trabalho de vocês delegados e subdelegados, à diretoria da CAAB e seus colaboradores”, afirmou Luiz Coutinho na abertura do encontro.

Prosseguindo, o presidente disse que “algumas pessoas, às vezes, tendem a personificar a gestão da Caixa como se fosse uma gestão minha. Não, a gestão não é minha. Ela é de cada diretor da CAAB e de cada colaborador que nos ajudam a construir um horizonte diferenciado, possibilitando a instituição marcar uma posição na sociedade”, afirmou Luiz Coutinho ressaltando que uma das fortes características desse projeto de gestão, que começou há cinco anos com a eleição de Luiz Viana para presidir a OAB-BA, é justamente o de dar atenção especial ao interior, aos colegas que atuam fora da capital baiana.

“Nossa gestão é também focada nessa filosofia de valorização dos profissionais que atuam fora da capital, levando a eles serviços e benefícios que ajudem a tornar melhor e mais rentável o dia a dia. Nossa lógica não é uma lógica eleitoral. É uma lógica política de respeito e atenção ao advogado do interior, esteja ele em qualquer um dos rincões dessa nossa enorme Bahia. Sabemos que os advogados precisam da Ordem e isso faz com que não existam distâncias para que trabalhemos em prol da classe”, acrescentou o presidente, exemplificando sua fala com a recente campanha de vacinação contra a gripe H1N1.

“Com essa campanha de vacinação 2018, a terceira consecutiva que promovemos, rodamos cinco mil quilômetros para atender a todos os advogados que fizeram o pré-cadastro informando que queriam ser imunizados contra essa perigosa doença. Teve lugar que apenas um colega solicitou a vacina. E ele foi atendido com a mesma atenção e boa vontade dos nossos colaboradores. Já em Salvador, após o período da campanha, realizamos um Dia D de vacinação usando mais de 300 doses que sobraram porque alguns colegas fizeram o pré-cadastro mas não apareceram para se vacinar. Dessa vez fizemos o atendimento na sede da CAAB, por ordem de chegada. Mais uma ação que recebeu elogios dos colegas, que precisam estar imunizados para trabalhar no dia a dia em contato com o grande público”.

BIOMETRIA – O presidente lembrou do início da gestão, quando a CAAB enfrentou dificuldades para gerir seu orçamento, drasticamente reduzido por conta do aumento da inadimplência com a anuidade da OAB-BA, em 2016. “Foi necessário fazer uma readequação orçamentária para continuar oferecendo os serviços à classe. Quando chegamos, a Caixa tinha 117 colaboradores. Hoje são 62 e todos trabalham com muita responsabilidade e um sorriso no rosto. Trabalhamos bem melhor hoje e com mais produtividade”, comparou.

Luiz Coutinho ressaltou ainda que “encontramos a CAAB lá no fim da fila das Caixas de Assistência e hoje, não tenho dúvidas em afirmar isso, ela é um paradigma no nosso país e isso eu credito, volto a dizer, ao trabalhado de cada um de vocês delegados e sub-delegados, de cada diretor e de nossos colaboradores. E eu tenho a honra de poder participar desse projeto vitorioso, com a proposta de cada vez mais contribuir com a advocacia baiana”.

O presidente falou da parceria que a CAAB firmou com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA), para oferecer o serviço de recadastramento biométrico para advogados, advogadas, estagiários e dependentes. “Na primeira fase, quando a população enfrentava grandes dificuldades para atender às determinações da Justiça Eleitoral, montamos uma arrojada operação e fizemos a biometria de mais de 5.000 pessoas. Chegamos a colocar em prática o ‘Mutirão da Biometria’, com o serviço funcionado também em um fim de semana por 72 horas ininterruptas. Quando o Tribunal retomou a biometria, voltamos a oferecer o serviço e possibilitamos a muitos colegas regularizarem sua situação perante a Justiça Eleitoral”.

BECAS E ESPORTE – Outro projeto da CAAB que foi lembrado pelo presidente na conversa com os delegados e sub-delegados foi o que disponibiliza 10 becas para os profissionais que fazem sustentação oral no Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA). “Eu tinha visto algo parecido no Pará… Vi que no TJ-BA os colegas eram obrigados a usar becas sujas, com odor desagradável e velhas. Eles eram submetidos e uma situação constrangedora, totalmente o contrário do que a gente prega que é a valorização da advocacia. Então, decidimos cria o projeto e, em convênio com a Ordem, doar as becas. Vamos levar esse projeto também para o interior do Estado, ainda este ano. Iremos disponibilizar uma beca para cada subseção da OAB-BA. Isso também é retorno da anuidade que o advogado paga. Isso valoriza o advogado, e o advogado valorizado tem mais dignidade para exercer a profissão”.

O investimento no esporte como caminho para o bem-estar e uma melhor qualidade de vida da classe é uma das prioridades da atual gestão da CAAB e a instituição tem mostrado isso na prática, com programas esportivos oferecidos tanto na capital quanto no interior. O presidente lembrou ainda que alguns advogados e advogados que tiveram contato com modalidades esportivas como Stand Up Paddle (SUP), canoagem havaiana e corrida de rua se tornaram atletas e hoje representam a CAAB na Bahia, no Brasil e até fora do país.

“Dentro dessa filosofia, investimos na criação da Copa Estadual de Futebol CAAB, que este ano está na segunda edição e com ampliação no número de times inscritos e advogados participantes. Hoje temos 24 equipes, de várias regiões da Bahia e mais de 500 advogados jogadores. Não podemos deixar de citar que com essa copa, a maior no Brasil nesse formato, conseguimos promover a integração entre colegas da capital e do interior. Outro ponto positivo da atual gestão”, acrescentou Luiz Coutinho.

Voltando para a corrida de rua, o presidente falou do sucesso da ‘Salvador 10 Milhas – 1ª Corrida da Advocacia Baiana’, que a CAAB promoveu em parceria com Jardel Moura Assessoria Esportiva, reunindo mais de 2.500 atletas e que já entrou para o calendário de corrida de rua da capital baiana. “Superamos dificuldades como o pouco tempo para colocar o projeto em prática, mas a corrida foi um sucesso e recebeu elogios de advogados e advogadas”.

Por fim, Luiz Coutinho explicou para os delegados como teve a ideia de sugerir à Coordenação Nacional das Caixas de Assistência (Concad) a criação do Fundo Nacional de Amparo da Advocacia, criado oficialmente no dia 04 de maio por meio de uma resolução da Concad que implantou o ‘Auxílio Brasil’. “Com o Fundo, praticamente recriamos a função social das Caixas de Assistência que surgiram para prestar auxílio a advogados e advogadas que estejam em situação de vulnerabilidade financeira e que, por isso mesmo, não podem ser abandonados”, finalizou o presidente agradecendo a participação de todos.

Deixe seu Comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.