Notícias

Fique por dentro do que acontece na sua Caixa

Santo Antônio é homenageado na CAAB com celebração de missa

70513458-b8fd-4b13-be9f-438d82db7477

A Caixa de Assistência dos Advogados da Bahia (CAA-BA) celebra na capela de sua sede, no bairro de Nazaré, uma missa em homenagem a Santo Antônio. Será nesta terça-feira, às 16h, e contará com a presença de diretores e colaboradores da CAAB, advogados e convidados.

“Também participarão do evento advogados atletas que participaram da quarta edição dos Jogos das Caixas de Assistência do Nordeste, promovido pela Caixa de Assistência dos Advogados de Sergipe (CAASE), em Aracaju, entre os dias 26 e 30 de abril”, disse o presidente da CAAB, Luiz Coutinho.

Um dos mais queridos e populares santos do Brasil, especialmente na Bahia, Santo Antônio é conhecido como casamenteiro e protetor dos casamentos.

SOBRE SANTO ANTÔNIO – Nascido em Lisboa, em 15 de agosto de 1195, e batizado de Fernando de Bulhões, Santo Antônio foi um frade franciscano que morreu no dia 13 de junho de 1231, em Pádua, onde passou parte de sua vida. Daí a denominação Santo Antônio de Pádua.

Reza a lenda que, certa vez, em Nápoles, havia uma moça cuja família não podia pagar seu dote para se casar. Desesperada, a jovem – ajoelhada aos pés da imagem de Santo Antônio – pediu com fé a ajuda do Santo que, milagrosamente, lhe entregou um bilhete e disse para procurar um determinado comerciante. O bilhete dizia que o comerciante desse à moça moedas de prata equivalentes ao peso do papel. Obviamente, o homem não se importou, achando que o peso daquele bilhete era insignificante.

Mas, para sua surpresa, foram necessários 400 escudos da prata para que a balança atingisse o equilíbrio. Nesse momento, o comerciante se lembrou que outrora havia prometido 400 escudos de prata ao Santo, e nunca havia cumprido a promessa. Santo Antônio então fez a cobrança daquele modo maravilhoso. A jovem moça pôde, assim, casar-se de acordo com o costume da época e, a partir daí, Santo Antônio recebeu – entre outras atribuições – a de “O Santo Casamenteiro”.

Deixe seu Comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.