Notícias

Fique por dentro do que acontece na sua Caixa

Missa na CAAB marca os 30 dias do falecimento de Baixinho da OAB e lançamento de concurso de fotografia em sua homenagem

_CAB0591

Jorge Lima participou da missa e lembrou do amigo Baixinho da OAB

Parentes e amigos do fotógrafo Pedro dos Santos Cirino, o Baixinho da OAB, se reuniram na capela da Caixa de Assistência dos Advogados da Bahia (CAA-BA) para participar da missa que a instituição celebrou para marcar os 30 dias do seu falecimento, ocorrido em 22 de julho. Na oportunidade a CAAB lançou, em homenagem ao saudoso fotógrafo, 1º Concurso de Fotografia Pedro dos Santos Cirino (Baixinho da OAB). Confira galeria de fotos abaixo.

“Essa é uma forma que encontramos para homenagear o profissional que atuou por décadas como fotógrafo freelancer em eventos e solenidades da CAAB, OAB-BA, Associação Baiana de Advogados Trabalhistas (ABAT), Associação dos Magistrados da Justiça do Trabalho da 5ª Região (Amatras5) e Tribunal Regional do Trabalho (TRT)”, disse o presidente da Caixa de Assistência, Luiz Coutinho, ressaltando o rotineiro bom humor de Baixinho da OAB, como ficou conhecido entre os profissionais e estagiários da classe.

Prosseguindo, Luiz Coutinho disse que a diretoria da CAAB decidiu batizar o concurso com o de Baixinho da OAB como forma de lembrá-lo da maneira com que ele passou boa parte de sua vida: fotografando as pessoas e as fazendo sorrir por meios de sues cliques e flashs.

Dentre os presentes na missa, o presidente da Associação Baiana de Advogados Trabalhistas (ABAT), Jorge Lima, falou da relação que tinha com Cirino. “Quando nos encontrávamos ele sempre me ensinava algo. E fazia isso de maneira simples e verdadeira, através do bom humor. Baixinho, mesmo enfrentando problemas como é comum a todos nós, sempre tinha um sorriso alegre no rosto”, pontuou lembrando que Cirino carregou em suas mãos a imensa maioria dos grandes momentos da Justiça do Trabalho nos últimos 15, 20 anos.

“A sua dedicação, simplicidade e humildade deve servir de exemplo para nós todos, sempre desafiados pela tentação do egoísmo e da vaidade. Seremos vitoriosos se conseguirmos reproduzir o seu modelo, tratando a todos com atenção e respeito, independentemente da posição social e da conta bancária. Baixinho, meu grande amigo, vive”, finalizou Jorge Lima bastante emocionado.

O diretor da CAAB, Erenaldo de Sousa também acompanhou a celebração em homenagem ao fotógrafo que, em sua opinião, registrou décadas da trajetória jurídica da Bahia.

Deixe seu Comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.