Notícias

Fique por dentro do que acontece na sua Caixa

Conheça os vencedores do 1º Concurso de Fotografia Pedro dos Santos Cirino (Baixinho da OAB).

Com objetivo de homenagear o fotógrafo Pedro dos Santos Cirino, o sempre bem humorado Baixinho da OAB, falecido no dia 22 de julho de 2017, a Caixa de Assistência dos Advogados da Bahia (CAA-BA) instituiu um concurso de fotografia, no qual, através de suas máquinas, lentes e muita sensibilidade, profissionais da advocacia também prestariam uma homenagem ao Baixinho. Foi criado então o 1º Concurso de Fotografia Pedro dos Santos Cirino (Baixinho da OAB), que já tem os seus primeiros três vencedores. A solenidade de premiação será no dia 23/11, às 17h, na sede da CAAB, Praça Conselheiro Almeida Couto, 656, Nazaré.

vencedores

Em primeiro lugar ficou o advogado Pedro Rocha Nunes (OAB-BA 24.604) com a foto por ele mesmo denominada de ‘Mãos que constroem’. O flagrante foi capturado no dia 15/06/2017, em Ilha de Maré, na Baía de Todos os Santos. “A foto mostra a confecção de balaios por artesãos da ilha, onde fui conhecer essa importante e tradicional atividade”, conta Pedro Nunes em sua descrição.

O segundo lugar foi para uma foto feita por Leonellea Pereira (OAB-BA 32.346), que a intitulou de ‘Travessia no Velho Chico’. “Ainda que sejam muitos os discursos que pregam que o Rio São Francisco está morto, a vida pulsa em seu leito e margens, com tráfego de embarcações como estas, que saíram de Xique-Xique e Barra na companhia de outros 13 barcos semelhantes rumo à Romaria de Bom Jesus da Lapa em agosto de 2016. O povo sanfranciscano professa diariamente atos de fé e devoção ao velho rio, que além de ser sua estrada líquida, lhe traz alimento, força e muita alegria”, destaca.

O advogado Diogo Barbosa e Silva (OAB-BA 42.307) ficou com o terceiro lugar com a foto que ele batizou de ‘Vértice da Baía’, feita no dia 24/10/2017, de frente para o Fera Palace Hotel, na Rua Chile. “A torre do Palace Hotel da Bahia, hoje rebatizado como Fera Palace, representou um ícone de arrojo e sofisticação no Centro antigo de Salvador. As suas linhas recém-restauradas remetem ao charme e requinte da Cidade da Baía, um verdadeiro pináculo que adorna nossa valorosa base histórica e cultural”, disse Diogo Silva.

“Perdemos um amigo, uma pessoa que cativava pelo seu bom humor. Decidimos batizar o concurso com o seu nome, como forma de lembrá-lo da maneira com que ele passou boa parte de sua vida: fotografando e nos fazendo sorrir por meios de sues cliques e flashs”, disse o presidente da Caixa de Assistência, Luiz Coutinho, que sugeriu a criação do prêmio e contou com o apoio da diretoria da Caixa de Assistência para colocá-lo em prática.

O presidente lembra que Baixinho, que atuou por décadas como fotógrafo freelancer em eventos e solenidades da CAAB, OAB-BA, Associação Baiana de Advogados Trabalhistas (ABAT), Associação dos Magistrados da Justiça do Trabalho da 5ª Região (Amatras5) e Tribunal Regional do Trabalho (TRT), foi vencido por um infarto. Mas nunca foi vencido na arte de exibir seu bom humor e por isso mesmo, colecionou inúmeros amigos entre a classe. E deixa saudades…

Para Luiz Coutinho, foi lançada a proposta com o concurso e daqui pra frente é esperam que muitos outros advogados, advogadas e estagiários amantes da fotografia prestigiem e enriqueçam a iniciativa da atual gestão da CAAB com belas e enigmáticas fotografias. “O importante é descobrir o que veem nossos colegas quando estão por traz de uma lente, de uma máquina fotográfica”, destacou.

Deixe seu Comentário