Notícias

Fique por dentro do que acontece na sua Caixa

CAAB e advogados de Juazeiro na luta pela preservação do Rio São Francisco

Capa

Com ação realizada na Ilha do Fogo, a Caixa de Assistência dos Advogados da Bahia (CAA-BA) se uniu à subseção da OBA-BA de Juazeiro para abraçar a causa em defesa da preservação do Rio São Francisco. No sábado, 13/05, advogados, advogadas, estagiários e familiares fizeram um faxinaço na Ilha do Fogo, recolhendo todo tipo de lixo encontrado no local. “Sabemos da atual situação do Velho Chico, de sua degradação causada pelo homem, e decidimos nos unir aos que trabalham pela sua revitalização”, disse o presidente da CAAB, Luiz Coutinho.

“A subseção de Juazeiro agradece imensamente à CAAB que, através do seu presidente Luiz Coutinho, trouxe para a cidade apoio para a nossa luta em defesa do Velho Chico. É muito importante o comprometimento da Caixa de Assistência com a causa do Rio São Francisco, porque se ela cuida da saúde dos advogados é importante também que esteja preocupada com a degradação do rio, com questões ligadas ao meio ambiente onde todos nós vivemos indistintamente”, afirmou Aderbal Viana Vargas, presidente da subseção de Juazeiro.

Aderbal Vargas lembra que foi muito bom a CAAB ter tido a preocupação de acompanhar a subseção nas ações de conscientização da população. “Fomos para a beira do rio onde recolhemos lixo em suas margens e na Ilha do Fogo. Mostramos que a CAAB e a advocacia de Juazeiro estão preocupadas com a situação em que se encontra o Rio São Francisco e que têm esse compromisso de buscar salvá-lo do seu fim”, destacou o presidente agradecendo o apoio da Caixa de Assistência.

“Tivemos a ideia de lincar as atividades esportivas com o nosso Rio São Francisco, fazendo com isso um grande ato em defesa do Velho Chico. Luta essa que a Comarca de Juazeiro já encampou há algum tempo, através do Conselho Jovem e em parceria com a Comissão de Meio Ambiente da OAB-BA. Também levamos esse pleito ao nosso presidente da seccional Luiz Viana, que nos apoiou e propagou o nosso pleito por outras subseções de municípios por onde o rio passa”, lembrou o delegado da CAAB em Juazeiro, Caio Gurgel.

De acordo com Caio Gurgel, é importante a classe se unir em defesa do Velho Chico, ressaltando a necessidade de preservá-lo. “Sem a água do Rio São Francisco não haverá vida no Vale do São Francisco”, alerta, desatacando que o ato em parceria com a CAAB serviu para reforçar a importância da revitalização do rio, o protegendo dos predadores, dos agressores do meio ambiente.

“Paramos em um ponto da Ilha do Fogo onde é comum acumular muita sujeira. Lá, fizemos uma breve limpeza e ficou bem claro os maus tratos que o Velho Chico vem sofrendo. Daí a importância do ato e do apoio que tivemos da CAAB para mostrar a todos que o Rio São Francisco não pode morrer, como vem morrendo”, conclui o delegado.

“É fato que o Rio São Francisco está ferido de morte e precisa de nosso apoio. Com a ação que a CAAB e a subseção de Juazeiro realizaram, em defesa do Velho Chico, essa necessidade foi mostrada mais uma vez como forma de conscientizar a população”, afirmou o advogado Marcos Santana, ressaltando que todos precisam se engajar nessa luta. “O Rio São Francisco é de suma importância para Juazeiro, para a nossa região, para o  Nordeste e para o Brasil”.

PROGRAMA DE REVITALIZAÇÃO – Criado em 2004, o Programa de Revitalização da Bacia do rio São Francisco vem sendo tocado no âmbito do Ministério do Meio Ambiente – MMA, em parceria com o Ministério da Integração Nacional e outros 14 Ministérios. Com prazo de execução de 20 anos, é uma política pública de articulação e integração permanente que envolve a população local e os governos federal, estadual e municipal.

Todas as ações necessárias para a revitalização da Bacia do Rio São Francisco devem demandar um investimento de cerca de R$ 30 bilhões. A estimativa consta do caderno de investimentos do novo plano gestor de recursos hídricos da bacia do rio, que está sendo finalizado este mês pelo Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF).

A discussão em torno da revitalização do Velho Chico tomou impulso a partir do lançamento do plano Novo Chico. O presidente Michel Temer assinou decreto que remodela o Programa de Revitalização da Bacia do Rio São Francisco, instituído em 2001 pelo então presidente Fernando Henrique Cardoso.

 

Deixe seu Comentário